Blog

Entrevista Exclusiva com o artista plástico Michael Frank

O artista plástico Michael Frank acaba de retornar a Presidente Prudente e está cheio de novidades. Ele nos concedeu entrevista exclusiva contando um pouco sobre sua carreira e futuros projetos. A entrevista completa vocês podem ler na revista Paparazzi VIP que está nas bancas! Aqui só uma pitada da entrevista para deixá-los com gostinho de QUERO MAIS!!!

Revista Paparazzi – Como se descobriu no universo da arte e como foi o inicio de sua carreira?

Michael Frank – Desde criança a arte me acompanha. Como autodidata, minha infância foi marcada por desenhos pintados com lápis de cor das mais variadas gamas de cores, pois o colorido já me agradava muito. Lápis comum também foi muito utilizado por mim, hoje apenas para esboçar tela e ideias no papel. E o nanquim e guachê eu também utilizei, brincava na época. A arte na pintura em tela começou por volta dos meus 22 anos de idade com minha primeira mostra oficial em 2002, sendo eu, convidado como novo talento da cidade
para a exposição “O primeiro momento da arte prudentina”, a convite de um dos membros do Jornal O Imparcial e a Secretaria de Cultura da cidade de Presidente Prudente-SP. Depois disso me lembro que fui convidado para minhas duas primeiras entrevistas na cidade. Uma para o saudoso jornal Oeste Notícias, no qual muitas vezes tive a honra de ter meu trabalho estampado em várias matérias e entrevistas, e o Band Cidade, na época apresentado pela jornalista de Presidente Prudente, Andrea Mello, convite
surgido dela, que seria minha primeira entrevista para a TV. Guardo tudo que posso com muito carinho e zelo, e o que não consigo levo na lembrança. Muitas coisas começaram a acontecer a partir de 2002. Contatos começaram a surgir e encomendas dos mais variados temas. Convites para importantes exposições na capital São Paulo, no qual é uma cidade que mantenho fortes e importantes laços. Presidente Prudente foi a cidade berço de onde tudo começou.
Revista Paparazzi – Você estava em Florianópolis trabalhando num projeto de imagens licenciadas. Comente a respeito:

Michael Frank – Esse foi um período especial. Foi bem bacana, mas não quis vincular por tanto tempo minha arte a cultura popular de massa em objetos, assim como exemplo de Romero Britto, que hoje perdeu o controle do trabalho dele, estampando muitas coisas, inclusive produtos piratas e de forma não licenciada. No meu caso, foi uma fase apenas de imagens de obras licenciadas, mas não em uma grande escala, para uma empresa de estampas para Notebooks, celulares, geladeiras e alguns outros produtos. Quis experimentar esse algo do cotidiano popular, uma fase diferente em Florianópolis, pois às vezes é bom conhecer novos horizontes para que esses possam somar algo bom. Foi na época em que fiz uma exposição individual na
galeria de Romero Britto que fui um pouco mais influenciado a experimentar novas possibilidades na arte. Uma fase que se encerrou.

 

Revista Paparazzi – Quais seus projetos futuros, alguma exposição prevista?
Michael Frank – Meus 15 anos de carreira em 2017. No momento sigo pintando para esse momento especial e com encomendas para clientes de várias partes do Brasil e às vezes envio para o exterior, no qual possuo obras nos Estados Unidos, Inglaterra, Japão, Argentina e Chile. Estou vivendo um momento ótimo, mais seguro e maduro com a minha arte. Percebo quando volto lá atrás e começo analisar e estudar minhas criações. O aprimoramento é mais notável, sem desmerecer o passado, pois o artista deve considerar que ele nunca está pronto.

13428432_644635619021419_3571220047409576957_n
Obra by Michael Frank
Obra by Michael Frank que hoje pertence a atriz Claudia Raia
10456250_329277973890520_1762253026159299228_n
Obra by Michael Frank
JAZZ Adquirido, ast, 100x1,20
Obra by Michael Frank

Comente este post!

comentário(s)